O começo do sempre…

A voz trêmula e emocionada da cerimonialista contagiava a todos a sua volta.
Um doce sentimento de união, paz e refexão pairou no ar.
Em comunhão os noivos fizeram os votos, tão simples, sublime e verdadeiro que não resistimos e temos que citar alguns trechos…

“(…) Lembrem-se desta noite, porque ela é só o começo do sempre…
(…) Promete não deixar a paixão fazer de você uma pessoa controladora, e sim respeitar a individualidade do seu amado?
(…) Promete fazer da passagem dos anos uma via de amadurecimento e não uma via de cobranças por sonhos idealizados que não chegaram a se concretizar?
(…) Promete se deixar conhecer? Sendo assim declaro-os mais que marido e mulher: declaro-os parceiros, companheiros, amantes… Pode beijar a noiva ou o noivo, já que foi você quem pediu ele em casamento!!!”

Para mais fotos clique aqui.

%d blogueiros gostam disto: